O meu amor por romances

16:47


A imagem não é puramente ilustrativa, não é somente pelos livros do Nicholas, em especial Um Amor Para Recordar, estar no topo dos romances mais lidos no mundo da literatura contemporânea entre todos os outros livros dele e de outros autores mundialmente famosos, que foram virando filme ao longo dos anos. 

Mas pra mim, simplesmente esse livro marca não só minha adolescência, com o filme que é do inicio de 2000, que eu assistia praticamente todos os dias e chorava horrores, mesmo assistindo pela milésima vez. (haha) Bom, daí a descobrir os livros do Nicholas depois de ir atrás de ler o livro daquele meu filme favorito. Eu não imaginava que seria um caminho sem volta. Mas, ainda bem que foi assim! 

Eu li Um Amor Para Recordar, mais ou menos 7 anos atrás. Estava terminando o Ensino Médio, e iria pra uma cidade grande fazer faculdade. Antes dele, me aventurava com algumas sagas que faziam sucesso na época (Crepúsculo), mas não lembro de a saga ter me feito começar nos romances de forma a não parar mais. Eu nem cheguei a ler todos os da saga crepúsculo. Queria mesmo era assistir aos filmes, e ter lido os livros pra saber antes o que acontecia. 

Com Um Amor Para Recordar, foi como se iniciasse uma fase nova na minha vida. Depois dele, vieram mais outros do Nicholas, e de outros autores (Jonh Green, Meg Cabot), e essa paixão literária pelos romances foi crescendo. Até chegar a um ponto que eu quis olhar por outro lado e decidir tentar começar a escrever minhas próprias histórias (os romances que tenho escrito, embora nunca publicados).

Passei pela época conturbada do trancamento de uma faculdade que não queria continuar, e a depressão de estar sem objetivos na vida. Até aí as leituras dos romances ficaram mais presentes. Talvez me salvando de uma parte daquele abismo, e me dando uma luz para começar os meus romances.

Á partir deles, eu tive ideias para escrever também, e a necessidade de ter o blog para compartilhar sobre eles. Tudo isso, me ajudou, me salvou de certa forma. E me fez caminhar nessa direção oposta, que significava a direção dos meus sonhos, mas que eu não acreditava e vivia uma vida como se ignorasse que eu podia  lutar por eles se quisesse. E eu quis. Depois de decisões que mudaram tudo, veio a luz de traçar meus novos objetivos. Entrar na faculdade de Letras e caminhar nessa direção. Diferente daqueles que eu estava trilhando, caminhos totalmente contrários ao que eu realmente queria. 

Eu precisava ser salva pelos romances, quem sabe. Não me arrependo das escolhas que fiz, apesar de elas terem me feito conhecer a pior dor e angústias em alguns momentos. Hoje eu estou quase no fim dessa faculdade, e ainda tenho algumas lutas pra vencer, mas já considero que uma grande parte delas foram vencidas. Algumas ainda lá atrás, nas minhas escolhas, outras agora no meu hoje. Quando eu preciso ser firme nelas e continuar, mesmo quando surgem as mágoas, as dores e o desanimo. Eu sei que tenho um objetivo pelo qual lutar. 

Comecei falando de Um Amor Para recordar para chegar aqui nessa reflexão de como ele foi a porta de entrada para eu me descobrir nos romances. E é o livro mais velho da minha coleção que hoje é bem grande, devo dizer com orgulho. Mas, esse inicio de ano (2019), tem sido um ano que tenho sentido muitas mudanças na minha vida, assim como muitas dificuldades; eu reli esse meu querido e precioso livro, e foi como estar lendo ele pela primeira vez.

É engraçado como a visão da gente muda com os anos, e coisas que já lemos lá atrás, podem ser relidas de uma forma tão diferente hoje. Não deixou de ser especial, e de ter o mesmo significado que sempre terá pra mim. Mas,com certeza me tocou mais ainda, me fez chorar, me fez relembrar uma parte de mim que vivi no passado e que de certa forma permanecia escondida dentro dele, esperando por essa oportunidade de me reencontrar ao relé-lo. 

Por esses e outros motivos eu sempre vou ser grata ao Nicholas por esse primeiro amor literário no mundo dos romances, que me foi iniciado com Um Amor Para Recordar, e sempre vai ter seu lugar de destaque no meu coração, na minha estante, na minha vida.  



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários